O que está em alta

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Higienização das Mãos


É a medida individual mais simples para prevenir a propagação das infecções relacionadas a saúde.

Todas as pessoas têm germes presentes no corpo e também são conhecidos como microrganismos.

Ás mãos constituem a principal via de transmissão e microrganismos, pois a pele é um possível reservatório de diversos microrganismos, que podem se transferir de uma superfície a outra, por meio de contato direto (pele a pele), ou indireto, através do contato com objetos e superfícies contaminados.
A maioria deles é inofensivo ou benéfico. Porém alguns germes podem ocasionar doenças. Pessoas com as defesas do corpo fracas ou comprometidas (imunidade).

Quando higienizar:
- Ao iniciar o turno de trabalho.
- Ao chegar em casa.
- Antes /depois das refeições.
- Antes de preparo de alimentos.
- Antes de tocar os olhos, nariz ou boca.
- Antes e depois de trocar curativos.
- Após assoar o nariz, tossir ou espirrar.
- Após utilizar o banheiro.

Formas de higienização: Com Água e Sabão / Com Álcool Gel
Com Água e Sabão
Todas as vezes em que as mãos estiverem visivelmente sujas.
Após utilizar o banheiro
Antes de comer ou preparar alimentos.
- Esfregue uma mão na outra até formar bastante espuma espalhando pelas mãos, dorso, regiões entre os dedos, unhas e do punho. Enxague as em água corrente. Ao seca-las utilize papel tolha e use o mesmo papel para fechar a torneira e abrir a porta do banheiro se necessário (banheiro público ou hospitalar). Em casa utilize uma talha bem limpa.

Com Álcool Gel
Quando as mãos “não” estiverem visivelmente sujas.
Aplique uma quantidade de álcool gel nas mãos e esfregue uma mão na outra espalhando por toda a mão; também no dorso, regiões dos dedos, unhas e punho. Esfregue até que o álcool gel seque por completo.
OBS: Não deve enxagua-las ou secá-las com papel-tolha.

Higienizar as mãos é a medida mais eficaz para prevenir a transmissão e infecções.  

Fonte: ANVISA, Organização Mundial da Saúde, Hospital totalCor

Um comentário: