O que está em alta

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Desintoxicação dos Órgãos e das Glândulas (intestinos: delgado / grosso)

Fonte: PGNtree

Tapas e pancadas leves nas regiões dos órgãos e das glândulas ajudam a agitar o sedimento tóxico, aumentando a circulação e o fluxo energético nesses locais.

Estimula a liberação de toxinas, o que possibilitar que o órgão se regenere e se recupere.


A força dos tapas ou pancadas deve ser controlada e quando estiver praticando não “fale” para não provocar lesões.


Ajuda a evitar e curar de muitas doenças crônicas que são bem difíceis de tratar com a medicina convencional.

- Intestino delgado: é um tubo digestivo localizado entre o estômago e o intestino grosso. Responsável por absorver a maior parte dos nutrientes que ingerimos.

- Intestino grosso: local de absorção da água tanto a ingerida quanto a das secreções digestivas e de alguns nutrientes que o intestino delgado não assimilou. Responsável no armazenamento e eliminação dos resíduos da digestão.

Alimentação descuidada, excesso de comidas quentes, laticínios, industrializadas, falta de alimentos fibrosos acabam formando “muco” que adere ás paredes do intestino bloqueando a absorção dos nutrientes e tornando lenta a digestão.


Com o passar do tempo o acúmulo de muco transforma-se em uma massa que acaba retardando o fluxo no aparelho digestivo.


Exercício:

Com uma das mãos aberta de leves pancadas na região do abdômen.

Na sequência massageie o abdômen (região do umbigo) em um movimento circular, comece pelo lado inferior e vá subindo no sentido horário. Quando a região estiver bem aquecida, pare.

Isso irá fazer movimentar a energia armazenada nos intestinos, aliviando a constipação (prisão de vente) e ajudando a diluir o muco.


OBS:
Nos casos de diarreia, massageie no sentido anti-horário.
Nos casos de evacuação normal, massageie nos dois sentidos.

Este exercício aumenta a absorção e dissolvem os acúmulos que aderem as paredes dos intestinos.

Um comentário: