O que está em alta

terça-feira, 1 de março de 2016

Lombalgia

Dor lombar, na região mais baixa da coluna perto da bacia, não é uma doença é um tipo de dor que pode ter diferentes causas, algumas complexas, porém, na maioria das vezes o problema não é sério. 

Algumas vezes a dor se irradia para as pernas com ou sem dormência.
Um problema postural causado por: má posição para sentar, para se deitar, para se abaixar no chão ou carregar excesso de peso. Esforços repetitivos, condicionamento físico inadequado, além da obesidade e do sedentarismo. 

Outras vezes pode ser causada por inflamação, infecção, hérnia de disco, escorregamento de vértebra, artrose (processo degenerativo de uma articulação) ou até emocional.

Dois tipos: A aguda é o "mau jeito", a dor é forte e aparece subitamente depois de um esforço físico. Ocorre na população mais jovem. 
A crônica geralmente acontece entre os mais velhos; a dor não é tão intensa, porém é quase permanente.

Em uma crise aguda o indicado é o repouso absoluto, deitado na cama. Alternativa é deitar de lado em posição fetal (com as pernas encolhidas). Não estão indicados na fase aguda: tração, manipulação, RPG, cinesioterapia, alongamento, massagem, exercícios e alongamentos.

O tratamento para a lombalgia: medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos, alongamentos e exercícios de fortalecimento para as costas. Porém quanto mais bem feito o repouso, menos medicamentos serão necessários.

IMPORTANTE: Não ficar estressado, levantar-se e sentar-se sem forçar as costas são muito importantes para evitar o aparecimento ou o agravamento de uma lombalgia.
Exercícios

2 comentários: