O que está em alta

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Terapia Neuromuscular


Terapia Neuromuscular é uma forma especial de massagem; manipulação dos tecidos moles que visa tratar as causas da dor crônica que envolvem os sistemas muscular e nervoso.

Distingue-se de outros tipos de massagem em que uma pressão quase-estático é aplicado à pele com o objetivo de estimular as áreas específicas de músculo esquelético.
Consiste em níveis de pressão alternada concentrada nas áreas de espasmo muscular.
A pressão da massagem é geralmente aplicada com os polegares e dedos para explorar tecidos em detalhe.
Os cotovelos ou braços são também utilizados, quando necessário. 

Uma vez aplicada a um espasmo muscular, a pressão não deve variar de dez a trinta segundos.
* espasmo muscular: é uma contração súbita e involuntária de um músculo ou de um grupo de músculos, acompanhada por dor e restrição nos movimentos. 

A massagem trabalha para estabilizar os baixos níveis de atividade neurológica para manter a função normal e saúde em geral, a massagem aciona pontos de circulação, de compressão do nervo, problemas posturais e problemas biomecânicos que podem ser causados por lesões movimento repetitivo.

Durante a primeira sessão de terapia neuromuscular, você pode se surpreender quando sentir algum desconforto e dor durante a massagem. É doloroso no início, mas a pressão da massagem deve aliviar o espasmo muscular. 

É importante o terapeuta perguntar “se a pressão sobre o local está: forte, fraca ou boa “. O profissional deve ouvir e responder em conformidade. A pressão da massagem terapêutica nunca deve ser excessivamente dolorosa. A maioria das pessoas descrevem a pressão como “dor boa”.

Neuromuscular terapêutica melhora a função das articulações, os músculos e os artrocinemática gerais do corpo, pode melhorar a cicatrização facilitando o retorno do núcleo apropriado (lombo-pélvico-quadril) função muscular em toda a cadeia cinética. Um enfoque especial é dado para o tratamento de pontos de gatilho, isquemia local, interferências neurais, disfunções posturais e biomecânicos, fatores nutricionais e de bem-estar emocional.