O que está em alta

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Saúde - Café


Alguns estudos sugerem que uma xícara de café pode ajudar a acalmar os sintomas da enxaqueca.
Estudos recentes demonstram que, se consumido em doses razoáveis, o café não afeta o sono nem prejudica o coração. 

Pode, ao contrário, ajudar na ação preventiva de algumas patologias graves, como o mal de Alzheimer e o mal de Parkinson.


A composição química do café conta com apenas 2% de cafeína o consumo diário moderado pode sim fazer bem a saúde.

Estudos realizados com o café informam que esta bebida pode prevenir o aparecimento de determinados tipos de cânceres, como do reto e do cólon, além de doenças neurológicas. 
Já outros estudos feitos com o café mostraram que bebida possui relação com a diabetes e doenças cardiovasculares.

O café contém também substâncias antioxidantes, que contribuem para eliminar os radicais livres. Reúne sabor e saúde, em um único produto. Comprovado que o café não eleva o risco de doenças cardiovasculares. Além disso, a cafeína tem um discreto efeito protetor contra o acidente vascular cerebral (AVC, ou derrame).
Estimula o sistema nervoso central, mantém a atenção e o humor, ajuda na respiração e na digestão e atenua a sensação de fome, o que pode ajudar nas dietas.
O seu efeito contrário, ou seja, maléficos são resultantes da ingestão em excesso, o que pode representar uma ameaça à saúde, já que pode desenvolver dependência, úlceras e insônia. 

Benefícios do Café:

•Aumenta a disposição e o estado de alerta
•Reduz o risco de cirrose hepática
•Previne cálculo na vesícula
•Aumenta o desempenho durante o exercício prolongado
•Ajuda na remoção dos radicais livres reduzindo o estresse oxidativo nos tecidos
•Melhora a memória e o desempenho no aprendizado
•Acelera o metabolismo
•Melhora a taxa de oxigenação do sangue

Esses benefícios que o café traz a saúde são decorrentes dos antioxidantes contidos na bebida, que são eles: ácido clorogênico, ácido cafeico, o ácido ferúlico e o ácido p-cumárico.
A cafeína chega às células do corpo em menos de 20 minutos após a ingestão do café. No cérebro, a cafeína aumenta a influência do neurotransmissor dopamina.

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Bamboo Massage

Massagem feita com bambu originária do Nepal e foi popularizada pelos franceses.


Essa terapia é uma poderosa ferramenta no processo de emagrecimento, redução de gorduras localizadas, serve também para ajudar a modelar o corpo, também muito comum em nossa sociedade.

O bambu simboliza a flexibilidade, robustez e a simplicidade.


Técnica feita com pequenas hastes de bambus de diferentes tamanhos e seu grande diferencial é a intensidade na eliminação das gorduras corporais. 
É usado como terapia auxiliar para diversos tratamentos, levando em conta seus inúmeros benefícios trazidos pela prática.


Os tamanhos dos bambus usados variam para cada parte do corpo, pés, mãos e rosto. 

A aplicação do bambu deve ser de forma correta em sentido, pressão, direção, velocidade e manobras leves para não machucar de forma alguma o cliente. A massagem tem início nos pés, em seguida no corpo todo (frente, costas e laterais) e depois finaliza no rosto.

A massagem além de ter efeito relaxante, reduz a tensão e o estresse.
Outros benefícios associados à técnica são: melhoria na oxigenação e na nutrição da pele, a capacidade de vasodilatação, promoção de limpeza cutânea, desintoxicação, renovação celular e a tonificação muscular. Deixa a pele mais flexível, auxilia no tratamento de celulite e de remodelagem da silhueta. 
A bambu terapia não promove riscos e não envolve efeitos colaterais pode ser feita em homens e em mulheres de todas as idades. 


CONTRA INDICAÇÕES:
Evitar receber este tipo de massagem pessoas com problemas de: trombose, diabetes e câncer.