O que está em alta

terça-feira, 1 de julho de 2014

Saúde - Tabagismo


Parar de fumar:
O tabaco é uma droga mais fácil de se livrar do que muitas que andam por ai. Cria dependência física e psicológica.
Hoje, inclusive contribui para que o usuário enfrente até situações em casa ou no trabalho.

Dicas:
Força de vontade e autocontrole são indispensáveis para preservar a sua saúde.

- Tome 01 ou 02 copos com água cada vez que tiver vontade de fumar.
- Faça exercícios de respiração profunda 05 vezes seguidas.
- Leia um livro ou faça alguma atividade que o distraia.
- Evite aquilo que dê vontade de fumar; café, bebida alcoólica, doces... etc
- Após as refeições, levante, deixe a mesa imediatamente e escove os dentes.
- Tire os estímulos que possam lembrar o cigarro: cinzeiros. isqueiros e outros objetos.
- Faça exercícios físicos: caminhadas diárias, musculação, natação, alongamentos entre outros.
- Trabalhe seus pensamentos automáticos: reveja as tentativas anteriores de parar e lembre os fatores que ajudaram e os que atrapalharam.
- Lembre-se sempre de todas as razões que o levaram a parar de fumar.
- Em caso de extrema necessidade, recorra a alimentos que não engordam: frutas, legumes, balas ou goma de mascar "diet" e bastante líquido.
- Se você não conseguir parar de fumar sozinho procure ajuda especializada.


Quem para agora ganha:


20 minutos. Esse é o tempo que o corpo do ex-fumante precisa para começar a se readaptar ás funções normais, entre outros benefícios.

PERÍODO SEM FUMAR
BENEFÍCIOS
20 minutos
Pressão arterial e batimentos cardíacos voltam ao normal.Temperatura dos pés e mãos se elevam
08 horas
Diminui a quantidade de monóxido de carbono e aumenta a de óxigênio no sangue.
24 horas
Dimunuem os riscos de um ataque cardíaco.
48 horas
Melhoram o olfato e o paladar.
02 semanas a 03 meses
Melhora a circulação sanguinea.
01 a 09 meses
Redução da tosse, congestão nasal, cansaço, falta de ar e do risco do surgimento de infecções respiratórias.
01 ano
Redução pela metade do risco de ataque cardíaco.
05 anos
Redução pela metade da possibilidade de desenvolver câncer de pulmão, boca, garganta e esôfago. O risco de um derrame cerebral passa a ser o mesmo de quem nunca fumou.
10 anos
O risco de desenvolver câncer de pulmão passa a ser igual de quem nunca fumou.
20 anos
O risco de sofrer um infarte de coração passa a ser igual ao de quem nunca fumou.
Fonte: American Cancer Society